10 novembro 2009

O lado negro da Lua


Não resisto...
Não o suporto...
Finalmente uma imagem que retrata o que vejo!!!

Sonso... Torto, enviuvado, com ar de parvo!

Não adiro, não entendo a marcha fúnebre que o segue e ainda aplaude.

E os sapatinhos, só provam que quando não tinha um batalhão a sair-nos dos bolsos para criar imagem, propaganda barata, com lacinhos de embrulho, era assim... Foleiro, insonso e...
Nem engenheiro!

Venha o próximo para continuarmos a aquecer as mãos com esta gentalha igual a tantos.
Venha um louco, ao menos!

3 comentários:

Funes, o memorioso disse...

Foleiro - concordo.
Venha um louco - Venha!

Sonhadoremfulltime disse...

A louco posso candidatar-me, mas ainda sou mais desengonçado que esse desgraçado.
Angústia… sempre o mesmo. Incessantemente os meus medos.
O medo constante da solidão, da loucura, do desespero de não ser ninguém, da frustração, do medo de ter medo, o terror de voltar a estar no lado escuro da lua.

Abraço

Manuel disse...

Que cromo tão bem caricaturado.