05 abril 2010

saudade

Hoje andei tanto, chamei, dancei numa praia, fiz desenhos na areia, arrefeci a cara na rocha escarpada, ouvi o som do tempo numa maré revolta, vazia como eu.

Acarinhei-me por fim, numas mãos pequeninas, os meus sobrinhos enchem a minha vida de um sol que brilha sempre.

3 comentários:

Sonhadora disse...

Minha querida
Deixo o meu carinho e um beijinho.

Beijinhos
Sonhadora

Miguel disse...

Os meus sobrinhos dão-me essa mesma sensação, preenchendo tantas vezes um vazio que parece querer apoderar-se de mim, não deixando as nuvens da tristeza tomarem conta do horizonte.

Menina do cantinho disse...

Dias melhores virão com toda a certeza.

Também sou assim, por muito negro que seja o meu dia, as minhas primas sao capazes de o iluminar de uma forma incrivel.
Os seus sorrisos malandros e inocentes enchem-me de força.

Força também para si.

Beijinhos