05 maio 2010

NCRF

Está claro para mim, estou no curso errado, como, aliás, em tanto, vou-me conhecendo na devida proporção do meu caminho. Custa-me ouvir a exclamação em forma de opinião no mesmo sentido. Há vontade ou não, há perfil ou não. Nunca pensei...
Desvio-me cada vez mais das normas, das regras, das imposições sancionatórias, do deve e haver. Não gosto, é árido, sem ponta por onde desenvolver. Gosto do raciocinio da matematica, do quebra cabeças das probabilidades, detesto Contabilidade e Fiscalidade.
Eu sei, corro as listas de procura, tenho mais valias e ponho nas mãos ainda o horizonte que criei, os resultados dizem-me o que valho, apesar de me desviarem do respeito pelo rigor e exigencia. Os dialectos e a norma desviam-me, é desértico.
Leio Thoreau de um trago, perco-me sem fundamento nas leis matemáticas, procuro-as no tempo que me devo, mas esta história não tem espaço em mim, vai tendo.
Que chatice, esta sensação que estou sempre atrasada na percepção de mim.
Mais uma noite para perceber a norma 25
Mais não sei quantas divagações que me distraem.

E aquelas coleguinhas, aquelas coleguinhas.....
Que neura...

4 comentários:

Sonhadora disse...

Minha querida
Passei para deixar um beijinho e o meu carinho.

Sonhadora

Angel in the dark disse...

Amiga,

A vida é assim mesmo, às só damos conta das coisas depois delas passarem por nós.
Mas posso garantir-te que nunca é tarde!

Angel

Menina do cantinho disse...

Por vezes a vontade esconde-se e aparcem dúvidas em cima de dúvidas...

Esta noite será passada de olhos abertos, é por isso que a compreendo tão bem.

Quanto às colegas parece que isso é mais comum do que imaginámos... Nem quero falar delas. Tenho muito para pensar já.

Boa sorte!

Beijinhos

Manuel disse...

Como eu a compreendo, eu... que carrego todos os dias com essas normas e conceitos.
Mas, garanto, que um dia mais tarde vai gostar.