12 janeiro 2009

Vivam os stackers!!!



Detestei, por vezes, este meu lado insano, os defeitos que, reflectidos nos outros, transpareciam objectos da minha critica e, no entanto, que prazer que me dão!!!


Magoei tanto, menti, enganei, traí e, lutei, lutei, muitas vezes até ao limite das minhas forças, porque assim queria, mudar, crescer, enquadrar-me no meu sonho.... E cresci.. Já era mulher, tornei-me mais mulher, mas tornei-me humana!!!


Hoje, curiosa a minha vida, custa-me tanto aceitar a mentira e a traição e, nela nunca saberia encontrar forças para crescer porque ela me engole e devora... E por ela, cheguei a sentir novamente o fundo do meu poço!


Bendito stacker, bendita justiça divina que aponta o dedo quando já deixei de acreditar nela!


Espero que te dês mal! Custa-me o que sinto por ti, mas é verdadeiro e justo! Não és digna de ser mulher, és um ser que rasteja para apanhar as migalhas que recebes de qualquer um e disseste-te minha amiga... A ti desejo-te o mesmo que a vida me deu, para me deixar erguer, a minha quota parte de culpa e a responsabilidade de fazer parte dela. Custa... mas não há nada melhor!


Não vou dizer mais a não ser que estou contente por ti... Em tempos estaria triste a desejar-te as melhoras, hoje agradeço o prolongamento da incapacidade por tempo indeterminado, em nome da paz!!!

3 comentários:

Pedro disse...

Dava para me emprestares um stacker desses???

Pedro disse...

ops... sou eu mana!!!

Meggy disse...

Bora manter o anonimato e deixar a cena das manas???